OPALINA




todo o horizonte:
escama e escuma.

todas as palavras:

rotas,
terras lavradas;
e o barulho dentro da concha. 


tudo cabe no olhar. até o universo.

Postagens mais visitadas deste blog

DA CALMA E DO SILÊNCIO

COISAS VERMELHAS

EX-VOTO, ADÉLIA PRADO