CALMARIA NO QUINTAL


Fotografia: José Antonio Baço

 nasce desdobrado em tons de branco. nuances. um sentir sem atribuições. 
uma espécie de mandarim. peculiar e morfológico. 
suave perfume e beleza semidobrada em ciclos.
uma imagem sob as pestanas. e mais ali, uma catenária a descrever um cheiro que
resta ainda na roupa. 
um sentir artesanal. fiado ponto a ponto. pão feito em casa.
partitura.
 um teorema de se enredar polifônica e numérica.
e mesmo agora,
debaixo da chuva que cai fina,
desata e desanda em enigma e vida. 
desdobra e faz luz em silêncio e cor.

Postagens mais visitadas deste blog

DA CALMA E DO SILÊNCIO

COISAS VERMELHAS

EX-VOTO, ADÉLIA PRADO