PERCEPÇÕES



http://artprojectsforkids.org/category/view-by-artist/artist-kandinsky/



um cheiro de azinhavre faz pausa pela casa e na casca inexata e frouxa da pupila da terra rego meu espanto debaixo da chuva. estou tão cheia de puídos...(vês?)

se não talho meu passo na caminhada ou sequer me agarro às rochas; flano na pedra, no musgo da pedra, na epiderme da mata que cilia as águas.



faço espaço entre algas e sargaços para achar a necessária contundênciasou afeita a abstrações e devaneios,


mas não me intimido na contraluz.

Postagens mais visitadas deste blog

DA CALMA E DO SILÊNCIO

COISAS VERMELHAS

EX-VOTO, ADÉLIA PRADO