segunda-feira, 21 de março de 2016

ZENZO

ilustração: Leila Domingues
ZENZO I

carpir
fagulhas do outono,

osso e cartilagens,
devires,
toda a terra
que o olho pisou;

toda pedra.


ZENZO II

todo homem arde,
ceifa
carrega anêmonas na pele;

todo homem navega,
tem velas, motores
e rema;

todo homem é sambaqui
poço de valas e sulcos;

todo homem

é maresia.

Postagem em destaque

SOBRE QUESTÕES RESPIRATÓRIAS E AMORES INVENTADOS

http://metropolitanafm.uol.com.br/novidades/entretenimento/imagens-incriveis-mostram-a-realidade-das-bailarinas-que-voce-nunca-viu...